Só me dá um tempo?

Preciso rever as minhas prioridades, na verdade eu preciso me pôr como prioridade, já que não fazem isso por mim.
Cansei de ”Deus no céu e fulano na terra”, eu não quero o centro do universo só um pouco mais de atenção. Eu sei, isso pode ser chamado de carência, mas não consigo deixar de sentir. E não, não quero um príncipe encanto. Não é isso que eu estou pedindo, não é esse o meu tipo de carência, quer dizer, também vai...
Não adianta perguntar o que eu tenho, todo mundo sabe que eu não vou falar. Não adianta tentar deduzir o que eu sinto, ninguém nunca vai acertar.
Eu só quero que me leiam. Posso não ser a pessoa mais transparente do mundo, mas...

Eu preciso de um canto calmo, no escuro do meu quarto à meia noite, à meia luz... daria tudo por meu mundo e nada mais...

P.S.: Esqueci o quanto é bom escrever aqui.

4 pensamento(s) diverso(s):

Iasmin Cruz disse...

Todo mundo precisa desse tempo.
As vezes é necessário se valorizar, e muitas vezes tem que deixar algumas pessoas de lado.

Um tempo pra si mesmo e o coração.

http://iasmincruz.blogspot.com/

Luísa Zanni disse...

Talvez seja carência sim, mas carência de si mesma. Às vezes a gente se doa tanto aos outros e não percebe os outros se doando à nós que dói, dói... E aí a gente tem que voltar a viver pela gente e pra gente. E não se sinta egoísta por isso. É a sua vida. Cuida dela, ela vai agradecer.

Fernanda Soares disse...

Estou precisando mesmo cuidar dela, Luísa!

Tainã Almeida disse...

Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos perídos mais
marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso? (sinopse do meu blog)
Acessa o meu blog?
"Blog de uma adolescente"

http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
Atenciosamente Tainã Almeida.