O último 'Adeus!'

    Era uma vez uma moça apaixonada pela vida, que não guardava rancor e nem acreditava na maldade existente nos corações dos homens. Certo dia ela conheceu um rapaz e, encantada com seus versos de poemas e letras de músicas, entregou seu coração a ele, que prometeu amá-la até a eternidade, fazê-la feliz para sempre e ser seu amado até quando for da vontade de Deus. 
    Então um dia lendo as cartas e vendo as fotos que tinha com seu amado, ela escuta alguém bater na porta, logo um sorriso de emoção apareceu em seu rosto, mas, ao abrir a porta, não encontra seu amado e sim um fiel amigo do casal apaixonado. Ela deixa o amigo entrar e ele lhe diz que seu querido amigo havia sido vítima de um assalto e faleceu a caminho do hospital.
    Ela não acredita e sai correndo e chorando pelas ruas da pequena cidade até parar num lugar em que só o casal conhecia. Chegando lá ela encontra escrito numa árvore as juras de amor que eles fizeram um pro outro e, sentada numa pedra, ela chora lembrando os bons momentos que tiveram juntos. 
    De repente ele aparece e ela sorri novamente dizendo que sabia que tudo não passava de um engano. Mas ele diz a ela que só voltou para dar o último adeus, o último abraço, o último beijo. E então uma lágrima de amor molhou aquele lindo sorriso que já não existia mais. Eles se despediram. 
    Ela voltou para casa e se trancou em seu quarto. No dia seguinte seu corpo foi encontrado sobre a cama. Frio. Sem nenhuma cor de vida. 
    Todos na cidade se perguntavam: "Ela havia se matado?" 
    E aquele fiel amigo do casal respondeu: "Não, ela apenas morreu de amor."

0 pensamento(s) diverso(s):