Adeus


Nesta noite fria os pensamentos vão além do impossível. Revejo os recortes de palavras variadas que fiz. Na verdade nem sei o porquê dos recortes. Mas, fazendo uma montagem com todos eles, é possível perceber as palavras que não foram ditas pra ti. Organizando bem todas elas, revivo toda aquela história. E, fazendo isso, vejo que nossa relação não passou de pedaços, recortes. Lembro claramente o quanto eu me importava e você apenas não ligava para nada. Vi o quanto me envolvi e o quanto você brincou.
Já acostumei a te odiar ao contrário. E apesar de tudo, ainda existe a saudade. Noto que, com o passar do tempo, ela vai aumentando. Você se foi e não disse nem para onde ia e nem se iria voltar.

[...]

Depois de um tempo longe de você, sinto que já não me importo mais com a distância. A saudade, que antes crescia, agora já não existe mais. Meus pensamentos começam a si encaixar. Vejo que você já não era mais o mesmo quando partiu. Aquelas palavras duras que ouvi, não eram para serem ditas para mim. Na verdade você queria ouvi-las. Isso serviria de desculpas para você ter ido embora.

1 pensamento(s) diverso(s):

Luna Gandra # disse...

Não é porque agimos de tal maneira, que a pessoa que recebeu a aação agirá da mesma forma que a gente. Sinto isso na pele cotidinamente =/