Não quero mais

Joseph,

Eu poderia dizer tantas coisas aqui.
Poderia dizer de como me faz bem saber de você. De como eu gosto lembrar de você sorrindo assim, desse jeito que faz o sol brilhar mais forte e me faz esquecer que eu não deveria lembrar tanto de você.
Poderia dizer também as tantas e tantas vezes que eu sonhei com você, as coisas mais absurdas… Mas, nos meus sonhos, pelo menos o céu era azul.
Eu poderia dizer tantas coisas aqui.
De como eu tenho medo de você, de todas essas suas certezas que eu acho tão infantis, de todas as suas convicções que eu acho sem sentido. De toda essa sua pose que sempre parece uma armadura inútil, porque armaduras sempre têm frestas.
E poderia até contar como eu já quis tanto estar perto, mas já não quero mais. Porque depois de tanto tempo eu já sei que não tem lugar vago na sua vida.
E eu gosto muito mesmo de lembrar o seu sorriso.

De quem cansou de esperar,
Estella.

0 pensamento(s) diverso(s):