É preciso se entregar e se deixar tomar. É como se confiar à força do mar ...  e às vezes é como se entregar a um fogo tão vivo e intenso, que queima tudo, menos o puro prazer sa paixão. E quando acontece, então muda tudo, e tudo começa a fazer sentido.
    Essas coisas são sempre misteriosas. É preciso haver um encontro de alma, almas que se reconhecem, e quando se reconhecem, dá-se uma surpreendente e repetina liberdade de sentimentos e sensações.

A Guerra de Tróia
Lindsay Clarke

0 pensamento(s) diverso(s):