Inspire. Suspire. Delire.

Eu nunca pensei que estaria dizendo estas palavras, mas eu apenas quero estar ao seu lado sem precisar me preocupar com nada, somente sentindo. Olhar em teus olhos e ver a sinceridade me inundar, depois fechar meus olhos e sonhar com sua voz em meu ouvido, deixar os problemas de lado e viver apenas o momento.
Tocar tua pele e ver os pelos eriçarem num arrepio demorado. Degustar o gosto do doce de teus beijos. Sentir teus cílios tocarem delicadamente minha bochecha. Ouvir teus sussurros de meia-noite. Ver cair lá fora uma garoa fina e leve e junto dela uma densa e fria chuva de verão.
Deixar as horas passarem lentamente no relógio da parede e saber que a noite não vai acabar tão cedo. Ouvir tuas palavras embaralhadas e sem sentido, pois o sono e o momento não te deixam concentrar em uma frase já feita. Sentir tuas mãos deslizarem devagar pelo meu corpo e deixar o arrepio correr livremente.
Pedir a você que pela manhã não passe por aquela porta sem dar a certeza de que irá retornar. Saber que errei e pedir perdão por toda dor que lhe causei e prometer que sua vida será como num filme romântico, pois seu final será feliz.


Texto escrito para o blog

1 pensamento(s) diverso(s):

Sandrio cândido. disse...

O amor tem destas coisas que nos fazem dizer coisas inimaginaveis.