O seu amor pode estar do seu lado... ♪


Foi um começo difícil, parecia até história de novela. Eu amava meu namorado e você era louco por uma menina que não lembro o nome. Nossas famílias eram amigas antigas e desde pequenos nos odiávamos.
Estudamos na mesma escola e, por infelicidade, na mesma sala. Tirávamos notas parecidas, até que você era estudioso. Tínhamos alguns amigos em comum, mas nunca nos falávamos direito. Minhas amigas perguntavam por que eu não te suportava e eu respondia que você era um garoto estúpido como outro qualquer. Sabe que hoje eu nem lembro qual o motivo desse ódio todo?
Nós crescemos, amadurecemos e, por fim, passamos a nos falar, mas éramos obrigados a isso para que nossas famílias ficassem em paz. Então eu comecei a namorar e parece que você tinha tirado um peso das costas.
Meu namorado era um típico garoto popular norte-americano: loiro, olhos azuis, alto, jogava futebol e, felizmente, não falava besteira. Acho que era por isso que eu gostava dele, por ser parecido e ao mesmo tempo diferente dos outros. E a menina por quem você era louco, era uma típica patricinha e vocês formavam um belo casal.
Com o tempo, meu namoro foi se desgastando e eu já não o amava tanto assim. Eu também não lhe via mais com aquela menina. Foi ai que começamos nossa amizade, que com o tempo passou a ser um namoro.
Nossas famílias falam que sabiam que aquela nossa birra toda era um amor que estava sempre escondido em nossos corações, por isso que brigávamos e não nos suportávamos.
Hoje não sei como seria minha vida sem você e ontem você me disse: “Me segura, não solta da minha mão e confia em mim para sempre.”

Texto escrito para o blog

0 pensamento(s) diverso(s):