Pra você eu dei minha resposta... ♪

Só queria entender como nós chegamos a esse ponto. Depois de tanto tempo presos a uma paixão, agora somos apenas conhecidos, talvez nem isso mais. Perda de contato pessoal, perda de contato virtual e agora somos estranhos novamente, esperando talvez a resposta do outro ou apenas não tendo mais lembranças do passado.
Voltamos à estaca zero, tendo que nos apresentar outra vez um ao outro. Será que na próxima conversa precisaremos de intermediários ou será que nos falaremos como se apenas tivéssemos nos conhecido em uma ocasião qualquer e teremos uma simples conversa sem espaços de silêncios perturbadores? Será que vai haver uma próxima vez?
Lembro da vez que era eterno, pelo menos ainda é eterno para mim. É, eu sei, já devia ter deixado o passado no passado, mas parece que ele me persegue, rs. E sim, já tentei esquecer, mas é difícil, pois várias coisas me fazem lembrar, até meu inconsciente. E não, não me diga o que devo fazer, pois já tentei de tudo, pode ter certeza.
Enfim, acho que isso não é mais novidade, pois já devo ter dito por aqui umas várias vezes.


 “Se um de nós errou sem ter como
Saber que tudo que podia então viver
Não foi miragem nem uma ilusão comum, bobagem
Se um de nós errou em ter que negar
Tudo que sentia preso no olhar
Faltou coragem uma atitude de verdade”
A Resposta de um Desejo – Catedral

0 pensamento(s) diverso(s):