Das coisas que me perseguem...

Acho que perdi o controle de tudo... outra vez!

Eu não sei mais o que estou fazendo, na verdade eu sei... cá estou eu com os mesmos pensamentos de antes. De volta à mesma cena, mas com outros personagens. Alguns são os mesmos.

Dói. Dói não receber a mesma atenção que você dá, dói se preocupar demais. Dói.

Preciso parar de ser tão intensa, de viver esperando atenção, de ser tão idiota. Preciso parar de me sentir a segunda opção dos outros. Preciso parar de dizer pra mim mesma "cansei disso tudo" e de chorar escondido.

Pois é... o pior de tudo é esse sentimento. Sim, o pior, porque mesmo passando por tudo isso eu quero estar junto, mesmo não podendo ter isso...


So I look in your direction
But you pay me no attention, do you?
I know you don't listen to me
'Cause you say you see straight through me
Don't you?
Shiver - Coldplay

2 pensamento(s) diverso(s):

Rafael Viana disse...

Cá estava eu olhando o Google+ (mas afinal, quem usa o Google+ ?), quando vi uma postagem que logo me chamou a atenção. Pensei, "Nossa, essa rede social é abandonada mesmo, aparecendo coisas de mil anos atrás". Prestei mais atenção e então, veio a surpresa. A data era de 2016. De poucos dias atrás.

Li, ainda surpreso, aquelas doces palavras e de certo modo o dia ficou um pouco mais triste. Triste por saber que aquele pequeno diário virtual, memorando de épocas tempestuosas, havia voltado a ser preenchido com as mesmas palavras e sentimentos. Que ele não havia ainda deixado de ser frágeis pensamentos, para se tornar sublimes e distantes lembranças. Parece que, inevitavelmente, no meio do caminho sempre haverá uma pedra.

Talvez, e somente um talvez, não sejam as coisas que nos persigam. Sejamos nós que perseguimos elas, por não conhecermos nada diferente disto. Por não arriscarmos nada diferente disto. Talvez, seja o momento de arriscar, se soltar do que é conhecido e abraçar o novo. Você é forte, eu sei disto. Só falta você mesma. Just let it go.

Anônimo disse...

... Perdido em meus pensamentos é que me encontro tão só. Na boca um sabor de veneno, no peito aquele nó. Esperando em qualquer caminho um dia te encontrar.... (Pensamentos - Fagner). Bom Saber que o tempo não demoveu seus pensamentos.